Massagens

Massagem Bioenergética

O Dr. Alexander Lowen é o criador da análise bioenergética e autor de vários livros, como O Corpo em Depressão, Medo da Vida, Alegria, entre outros.

“Se você não der um choque em seu paciente, a vida dará.”

Alexander Lowen para Solange Bertão.
New York (EUA), 1999.

Bioenergética é uma linha da psicologia que trabalha com o corpo e com a mente para ajudar as pessoas a resolverem seus problemas emocionais e melhor perceberem o seu potencial para o prazer e para a alegria de viver.

Por meio de exercícios corporais, a pessoa tem a possibilidade de liberar e resgatar a energia de sentimentos adormecidos e/ou temidos.

Ninguém gosta de sentir dor, tristeza ou raiva. Reprimindo esses sentimentos, automaticamente, congelam-se outros, como a alegria, o desejo sexual e a espontaneidade.

“Se colocarmos uma comporta no fluxo de um rio, a água parada apodrece”

Estar cheio de vida é respirar profundamente, mover-se livremente e sentir com intensidade (Alexander Lowen)

Bio significa vida. Bioenergética é energia da vida. Para ser mais simples, qual é a primeira coisa que você faz ao nascer? Respirar. O bebê tem que respirar e assim todo o sistema começa a funcionar. Quando você pára de respirar, o que acontece? Morre. Respirar é a coisa mais fundamental para nós.

Cada emoção que a gente sente tem um reflexo diferente em nossa respiração. Quando você está triste, deprimido, a sua respiração é curta, pequena. Quando você está fazendo amor, a sua respiração é abundante e profunda.

Massagem Bioenergética

Quando você está com raiva, ela é rápida, ofegante. Quando você está com medo, sua respiração quase paralisa. Cada vez que nós queremos/precisamos evitar ou apenas diminuir a intensidade de um sentimento, a nossa respiração encurta e nosso corpo tensiona.

Por outro lado, toda vez que permitimos expressar um sentimento, acontece exatamente o contrário: a nossa musculatura se expande e a respiração se amplia, dando uma sensação de alívio.

A respiração é o regulador básico de tudo o que se passa com a gente.

Depende dela termos mais ou menos energia para a vida. E ela está extremamente vinculada com a nossa musculatura. Ambas trabalham juntas, comandadas pelo sistema emocional. Veja bem, não é pelo nosso intelecto. Você não pensa o tempo inteiro: “agora vou respirar mais e agora menos”, ou “agora vou me contrair mais ou menos”. A resposta imediata que vem ao nosso corpo reflete cada emoção, seja ela natural ou programada.

É mais fácil entender se você observar uma criança pequena. Deixe-a deitada, sem roupa. A sua respiração vai até o genital e tem um ritmo suave e profundo. Entretanto, desde pequenos usamos o nosso corpo para conter sentimentos.

Estou com raiva porque mamãe não me deixa brincar na rua

A criança sabe que, se expressar essa raiva, vai ser reprimida e até punida. Por isso, aprende a disfarçar seu sentimento e a manipular para conseguir o que quer. Quantas vezes em nossa infância tivemos que esconder o que sentíamos para não sermos punidos? Pouco a pouco, a nossa respiração foi se restringindo.

E, com o passar do tempo, o corpo ficou programado para responder automaticamente a situações semelhantes no presente e reforçar ainda mais esse programa. Agora, no mundo adulto, em muitos momentos não conseguimos nos expressar de uma maneira espontânea, mesmo quando intelectualmente sabemos o que devemos fazer.

Mesmo na expressão de alegria e prazer existe essa contenção. Porque muitas vezes os pais, ao verem a criança expressando alegria, acham que ela fez algo errado. Agora, imagina só como isso se reflete nas questões de amor e de sexo.

Quantos bloqueios acontecem? Seria muito bom se você se desse conta de como a nossa vida está limitada. Toda a timidez, falta de poder pessoal, de sensualidade, de tesão, de amorosidade, de espontaneidade, estão diretamente vinculados com esse sistema auto repressor.

A bioenergética, através de vários tipos de exercícios em partes diferentes do corpo, pode desprogramar esse sistema fazendo com que seus sentimentos voltem a fluir livremente e, assim, você pare de responder como criança ao mundo adulto. Afinal, agora você é responsável por criar a vida que quer para si mesmo.

O resultado é que cada vez mais você vai conseguir expressar os seus sentimentos, dar importância para a sua qualidade de vida, ficar mais sensível, ter mais clareza e coragem para buscar o que você precisa e quer e não aquilo que os outros esperam de você. A bioenergética é um processo para aqueles que realmente querem transformar a sua vida.

Reconhecendo o seu corpo

Observe-se! Cada parte do seu corpo apresenta tensões que podem informar sobre o seu estado emocional. Para ter maior vitalidade, é preciso desbloquear essas tensões existentes em seu corpo. Só assim as emoções poderão fluir livremente por ele.

A bioenergética age justamente no desbloqueio dessas tensões. Para facilitar, trabalhamos o corpo a partir de sete segmentos, a saber:

1) Pernas e pés – A bioenergética pode fortalecer a sua conexão com a realidade, incentivando-o a concretizar metas como realizar um projeto e melhorar a situação financeira.

Afinal, são suas pernas e seus pés os responsáveis pelo equilíbrio, movimento e sustentação de todo o corpo. Através deles, podemos ficar paralisados ou irmos atrás de nossos objetivos.

2) Pélvis – Problemas sexuais como ejaculação precoce, frigidez e impotência estão intimamente ligados a tensões na região pélvica. Através da bioenergética, você poderá se reconectar com a sua sexualidade, ampliando o prazer sexual.

3) Diafragma – É um “músculo que controla” a respiração e está inserido abaixo das costelas. Quando indevidamente contraído, dificulta a respiração e impede a livre circulação da energia entre as partes superior e inferior do corpo.

Bloqueios relacionados a essa região podem causar problemas digestivos como gastrite, úlcera, azia, sensação de estar “queimando por dentro”. Isso acontece porque não é permitido que você se expresse livremente no seu dia-a-dia.

4) Peito – É o segmento do coração, do amor. Porém, por causa do medo da rejeição e da dor, ele se fecha. O corpo vai ficando curvado, aparecem problemas de coluna como cifose e escoliose e respiratórios como asma e bronquite. Os exercícios podem ajudar você a expressar as dores guardadas em seu peito que impedem o seu amor de fluir.

5) Cervical (Pescoço) – “Levamos o mundo nas costas”. Temos medo de perder o controle daquilo que está ao nosso redor: equilíbrio financeiro, relacionamentos. Guardamos muita tensão e estresse nos ombros e pescoço. São comuns problemas de hérnia de disco, tiques nervosos, torcicolo, ombros tensos e contraídos.

6) Boca – É a sua forma primária de reconhecimento do mundo e a sua primeira fonte de prazer, através da amamentação. Quando isso não é plenamente satisfeito, desenvolvem-se tensões.

O bruxismo (ranger dos dentes) é uma tensão muito comum ligada a essa área que também está relacionada à carência, à busca por prazer e à compulsão pela comida, cigarro, bebida. É a partir dela que nos comunicamos.

Através de exercícios, você poderá ampliar a sua capacidade de se comunicar, falar o que realmente pensa e sente.

7) Olhos – “Janela da alma” é a região ligada à capacidade de enxergar a realidade. Quando não queremos ver uma realidade dura, distorcemos nossa visão, podendo ocasionar problemas de saúde como miopia, astigmatismo etc.

Desbloquear a tensão contida no músculo ocular pode torná-lo mais atento e concentrado, além de ajudá-lo a enxergar o que você precisa mudar em sua vida.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *